História

Aniversário Entre-Ijuís é 13 de abril. Conhecida como Portal das Missões.
Quem nasce ou mora no município de Entre Ijuís chama-se: ENTRE-IJUIENSE.
Em 18 de outubro de 1890, era fundada a colônia Ijuí-Grande que abrangia grande extensão de terras costeando a margem esquerda do rio Ijuí, onde mais tarde surgiria a cidade de Ijuí.
Seria em 1923 que dois novos fatos viriam agitar o pacato “passo”. O primeiro foi a construção do comércio organizado pelo Sr. Ernesto Cardoso de Aguiar, que muito aumentou o movimento de pessoas na sede.
O segundo foi o “estouro” da revolução entre Maragatos e Chimangos. O passo do Ijuí era ponto estratégico.
Houve um grande combate, onde foram vencedoras as forças do Governo. Entre-Ijuís passa a ter esse nome por estar localizado entre Ijuí, ou seja, o Ijuí Grande ao Norte, o Ijuizinho ao Oeste, o rio Chuí ao Sul e novamente o rio Ijuí Grande a Leste.
Em 1952, inaugurou-se a ponte de concreto, obra do Governo Estadual de Ernesto Dorneles e surgiria, então, um movimento de revolta contra o “Pedágio” que seria cobrado para quem usasse a ponte.
O povo uniu-se e, numa manifestação que chegaria quase ao confronto armado, sendo as guaritas jogadas na água, o Governo recuou em sua decisão e, 30 anos após a derrota dos Maragatos, no mesmo local, era o Governo derrotado pelo povo.
Topônimo Guarani: “iju” = espuma + “i” = rio ou “juí” = rã + “i” = rio, arroio; ou “ju” = espinho de peixe (Assim “Espumoso “terá sido” “Ijutim”).
Fundada em 13 de abril de 1988.
Município mãe: Santo Ângelo.