Detalhes do Site

Cruz do Martírio de São João de Castilho



    O Santuário de Assunção é o local de martírio do Santo João de Castilhos. 
    Por ordem do cacique Nheçu em 17 de novembro de 1628, foi martirizado o mesmo destino que tiveram os padres Roque Gonzalez de Santa Cruz e Afonso Rodrigues e o cacique Adauto junto onde é hoje o Santuário de Caaró. No local onde é Capela do Santuário de João de Castilhos o Missionário Padre João de Castilhos foi preso e amarrado a cavalos que o arrastaram por um trajeto de 4 quatro quilômetros até onde é hoje a Cruz do Martírio, neste local foi torturado, alvo de flechas e queimado. Por este motivo sua imagem vem sempre representada tendo nas mão ou pulsos uma corda e flechas.
    Hoje este local sagrado por registrar este ato histórico que influenciou a cultura gaúcha, dividindo por sua brutalidade  a vinda da Companhia de Jesus em primeiro e segundo período Jesuítico é visitado por turistas, excursões e romeiros religiosos.
    Muitas graças e relatos de promessas são ouvidos neste local abençoado pela natureza, mas como o Padre João de Castilhos era um dos poucos advogados e o lugar é estruturado para reflexão muitos estudantes veem  para meditar e estudar, fazendo promessas e pedidos referentes as provas e estudos.
    Todo o 4º domingo de Quaresma é efetuada a Romaria do Santuário de João de Castilhos onde percorremos da Fonte Jesuíta, iniciando pela Fonte Jesuíta, passando pela Via Sacra das Cruzes Missioneiras e peregrinos vão até a cruz do Martírio onde o Padre João de Castilhos foi morto e queimado.
    Todos o 4º domingo de cada mês é executada uma missa no santuário as 10 hs.
    Mais imagens do Santuário de Assunção.
    Santo Padre João de Castilho, 
    João de Castilho (ou Juan de Castillo) foi um sacerdote jesuíta e missionário, e um mártir da Igreja Católica.
    Nasceu em 14 de setembro de 1595, em Belmonte, Espanha, no seio de uma família nobre. Recebeu a educação no colégio jesuíta e depois na Universidade de Alcalá, onde cursou Direito. O seu ingresso na Companhia de Jesus ocorreu em 1614. Entrando em contato com o padre João Viana, e ofereceu-se como missionário para ir evangelizar a América.
    Viajou em 1616 com outros 37 companheiros para Buenos Aires, continuando os seus estudos na Argentina e depois no Chile. Foi ordenado em 1625. O seu trabalho de catequese dos índios começou na redução de São Nicolau, tornando-se conhecido pela sua vida de austeridades e por sua simpatia para com todos.
    O seu processo de beatificação foi concluído em 1934, e foi canonizado pelo papa João Paulo II em 1988, junto com os outros mártires, mas não o cacique Adauto. O seu santuário localiza-se na cidade de Caibaté, no Rio Grande do Sul.

  • Sobre

  • O povo que conta suas lendas trabalha sua história, autoestima e educação. Trata-se de uma profunda e urgente necessidade de cada município em descrever suas lendas-urbanas. As lendas são assim um depoimento que o povo faz sobre si e para si mesmo. Envie-nos suas histórias atendimento@portaldasmissoes.com.br
    O Portal das Missões é um guia onde você encontra hotel, restaurante, os atrativos, onde ir e o que fazer na Região das Missões, informações sobre os sete povos das missões, reduções jesuítas, nosso povo, histórias e cultura missioneira.

Informações

Cruz do Martírio de São João de Castilho
Roque Gonzales, RS
Santuário de Assunção.
Telefone: (55) 9978-4612
Telefone2: (55) 8116-4448
Telefone3: (55) 9963-7582

Formulário para contato