Notícias

31/10/2018 09:00


As cidades perdidas da Amazônia

Arqueólogos estão descobrindo que uma parte da floresta já foi "urbana", com cidades enormes conectadas por estradas.

É inevitável pensar na floresta amazônica como uma gigantesca mata virgem, praticamente intocada. O.k., todos sabemos que a região é habitada por dezenas de povos indígenas. Mas a ideia predominante no imaginário das pessoas é a de que eles sempre viveram em perfeita harmonia com o ambiente, interferindo o menos possível na natureza e tirando dela apenas o essencial para sua sobrevivência. Ao que tudo indica, essa visão romântica está completamente errada.

Não que tenham sido erguidas na Amazônia pirâmides ao estilo das construídas por maias e astecas na América Central – isso continua sendo pura ficção. Mas descobertas arqueológicas feitas nas últimas 3 décadas indicam que, antes de o Brasil ser descoberto, a população nativa da Floresta Amazônica era muito mais numerosa e sofisticada do que se costuma imaginar.

Entre os anos de 1000 e 1400, verdadeiras superaldeias interligadas por boas estradas dominavam certas regiões. Em outras, grupos de até 15 mil erguiam aterros com até 10 metros de altura para construir suas casas sobre eles e dar um chapéu nas inundações. “Existiam sociedades complexas no rio Amazonas quase inteiro, no médio e baixo Orinoco, na Bolívia e em outras áreas”, diz o arqueólogo americano Michael Heckenberger, que há anos estuda um conjunto de agrupamentos desse tipo no Alto Xingu. “Em 1500, a Amazônia provavelmente era uma área de enorme variabilidade cultural, com grupos regionalmente interligados.”

Tribos marajoaras

A ideia de uma Amazônia “urbanizada” na verdade é antiga. Quando os primeiros exploradores espanhóis desceram o rio Amazonas vindos dos Andes, em 1542, o cronista da missão – um frade dominicano chamado Gaspar de Carvajal – descreveu-a como um lugar densamente povoado. “Quando nos viram, saíram para nos encontrar no meio do rio mais de 200 pirogas [canoas], cada uma com 20, 30 ou 40 índios”, escreveu o frade. “Em terra firme, era maravilhoso ver os esquadrões que existiam nas vilas, todos tocando instrumentos e dançando.”

Fonte : Super Interessante

Outras Materias :
Uol - As Cidades Perdidas da Amazônia 
Piramidal - GoogleEarth ajuda a encontrar cidade perdida na Amazônia
Video - Cidades perdidas da Amazônia

 

EM DESTAQUE

Tenda da Terra

Artesanato Indígena, Artigos Gaúchos, Quadors, Esculturas, Pintura em Tela, Camisetas, livros, Porcelanas, Cestarias e Lembranças da região.

Saiba mais

Restaurante e Lancheria A Cidade dos Anjos

Pousada das Missões

Mais notícias

  • Aguarde, buscando...