Notícias

11/04/2019 17:10


Histórias de superação marcam lançamento do Painel Inspiração

        Três histórias de vida que, de diferentes maneiras, demonstram a importância de acreditar no próprio sonho e não desistir diante dos desafios. A primeira edição do Painel Inspiração, iniciativa lançada pela Faculdade Santo Ângelo (FASA) na noite desta terça-feira (09), permitiu o intercâmbio de relatos e vivências inspiradoras de personalidades da região: Marianita Ortaça, Jorge Fin e Roberta Herter da Silva.
        Acompanhados pelos acadêmicos de Pedagogia e dos cursos de Agronomia e Medicina Veterinária na Alternância, os relatos testemunhados pelos estudantes enalteceram como cada pessoa pode, sim, tornar-se agente transformadora da sua realidade e contribuir ativamente na construção de uma sociedade melhor, ao mesmo tempo em que realiza os próprios sonhos. Comuns às histórias de vida dos três convidados, a não conformidade com a zona de conforto, o senso de empreendedorismo e a coragem de arriscar são marcas de pessoas que buscam ir além do que a vida desenhava como um destino imutável.
        No painel, mediado pelo diretor-presidente da FASA, professor Rafael Rossetto, Roberta contou detalhes sobre os desafios da formação e do trabalho que desenvolve atualmente na coordenação administrativa do Centro de Acolhimento Martinho Lutero, em Santo Ângelo. Advogada e Doutora em Diversidade Cultural e Inclusão Social, a convidada reforçou aos estudantes que determinação é imprescindível.
      “Da graduação ao fim do doutorado foram 11 anos. Não foi fácil, passei momentos difíceis. Mas valeu muito a pena. Acredito que, se vocês querem ser bons profissionais, vocês têm de ir muito além do que os outros vão. Na vida, a gente pode, basta a gente querer. As dúvidas surgem, tem momentos em que dá vontade de a gente desistir, mas não podemos”, relatou a advogada.
       Foi de Roberta, inclusive, uma frase que inspirou o acadêmico de Pedagogia Odacir Júnior. “Como você disse, Roberta, ‘tudo que eu sonhei foi ser útil para alguém’, e isso é muito bonito, esse objetivo, essa missão na vida. Obrigado à FASA por nos proporcionar esse momento do Painel Inspiração, com histórias de vida tão bonitas”, comentou o estudante.
         Poderia ser considerada loucura a ideia de produzir vinhos em uma região que, tradicionalmente, não possui vocação para o cultivo de uva. E foi isso que as pessoas pensaram quando Jorge Fin decidiu transformar o costume da família em um produto conhecido nacionalmente. Hoje empresário, Jorge está à frente da Vinícola Fin, sediada em Entre-Ijuís, e tem colecionado prêmios nacionais que atestam a qualidade do vinho, do espumante e do suco de uva produzidos na vinícola.
         “Sempre quis continuar um dia o que nós já fazíamos em casa. Sempre fiz o meu vinho. Diziam ‘esse gringo está louco, aqui ninguém bebe vinho’. Tive muita dificuldade, porque a região não dá apoio. Mas sempre com a ideia de ‘um dia vou vencer’. Fui estudar e me aperfeiçoar”, contou Fin. Com o reconhecimento do mercado estadual e nacional, a região das Missões também tem aceito a ideia de consumir um vinho produzido na própria terra. “Dizem que tem preconceito, mas nós estamos vencendo essas barreiras. Trabalhamos 365 dias por ano. Não há espaço para o negativismo. Sempre digo lá em casa para os meus filhos”, disse o empresário.
          Marianita Ortaça, filha do renomado compositor e cantor da música missioneira Pedro Ortaça, revelou que nem sempre o caminho da família foi fácil. “Esse sucesso que vocês veem agora da minha família, do meu pai, isso não foi sempre. Teve muito sofrimento também, muitos desafios”. Porta voz da música nativista em todo Brasil, o sobrenome “Ortaça” carrega consigo o peso da responsabilidade.
         “Sou uma mulher missioneira apaixonada pela minha terra, pela nossa cultura, e acredito que uma inspiração muda tudo. A música me inspirou desde o começo. Eu vivo inspirada pelo meu pai, pela história das Missões, pela história dos quatro troncos. Pedro Ortaça é o único deles ainda vivo. Tantas pessoas escondem as suas origens. Então, quando falamos as nossas origens, ganhamos o mundo”, expôs Marianita. Cantora, gaiteira e percussionista conhecida no Estado, também é formada em Psicologia e empresária do ramo de confecções.
         Ao agradecer aos convidados, Rossetto lembrou Guimarães Rosa. “A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem”. Com três novas edições previstas para 2019, o Painel Inspiração é um espaço de compartilhamento de experiências e cases inspiradores, reconhecendo pessoas que se tornaram referências por suas histórias de vida, empreendedorismo, expressões artísticas e culturais ou trabalhos sociais.
      Fonte: FASA

EM DESTAQUE

Hotel Raios De Sol Missioneiro São Pedro do Butiá RS

Sindilojas

São Pedro Butiá

Mais notícias

  • Aguarde, buscando...