Notícias

24/05/2019 16:25


Identidade e imaginária jesuítico-missioneira da Redução de São Francisco de Borja: Altares particulares, da idolatria ao fogo.

   Inicia segunda-feira 27 de maio com abertura as 08h e 30min no hall de entrada da Reitoria do IFFar Santa Maria na Alameda Santiago do Chile, 195, Bairro Nossa Sra. das Dores, Santa Maria RS, e no dia 11 de junho no encerramento terá uma palestra sobre o tema da exposição no auditório da instituição.    

     A exposição itinerante é composta de quinze banners de lona, de fácil montagem, de um material resistente, o que garante, sem prejuízo de qualidade, o seu deslocamento e fácil montagem em diversos locais.
    
Procuramos utilizar fontes padronizadas em todos os banners para facilitar a leitura, assim como a tonalidade da cor, lembrando o grés da pedra, o laranja da telha, assim como a cor vermelha da terra, elementos que, simbolicamente, remetem à origem missioneira.
    A exposição está prevista para circular em 2019, tendo como curador o autor da pesquisa José Fernando Corrêa Rodrigues. Para a produção da arte dos banners e demais peças, foi necessário o auxílio de um profissional de comunicação.
    Os banners da exposição foram confeccionados com base na pesquisa realizada para a dissertação de mestrado. O histórico abordou desde a fundação da cidade passando pelo percurso da imaginária missioneira nestes mais de 300 anos de existência, comparando fotograficamente as imaginárias atuais com as fotografadas para o inventário da imaginária missioneira de 1989/1992, e ainda apresentou algumas imaginárias inéditas, não inventariadas, bem como no final algumas danificadas pelo descaso de seus proprietários.
    No banner 01 apresenta a abertura da exposição com foto da família Ayala Chagas junto ao seu altar em sua residência. No banner 02, situa São Borja no contexto histórico e identitário junto aos 30 Povos Missioneiros. No banner 03 apresenta a redução de São Francisco de Borja. O banner 04 mostra a importância do escultor Brasanelli para a arte em São Borja. O banner 05 chama atenção para a etnia primitiva da redução e sua influência na produção da arte escultórica denominada arte jesuítico-charrua.
   O banner 06 a imaginária virou notícia, mostra algumas reportagens de jornais e revistas em que as imaginárias de São Borja estiveram no centro das discussões e principalmente sua luta pela permanência em solo missioneiro. O banner 07 Inventário da Imaginária Missioneira, mostra uma ficha do inventário como modelo e explica o que ele foi, quem produziu e executou.
    A partir do banner 08 estão os comparativos fotográficos, iniciando pelo Retábulo Missioneiro com texto explicativo do próprio inventário, assim como os banners 09 São Francisco de Borja, 10 Menino Jesus, 11 Santo Antônio de Pádua, 12 São João, e 13 São Joãozinho Batista.     
    No banner 14 que chamamos de “Imaginárias não inventariadas – Idolatria”, procuramos mostrar algumas imagens de estatuárias que chegaram até nós durante a pesquisa e que no período da execução do inventário da estatuária missioneira não forma inventariadas. No banner 15, último da exposição, intitulado de “Reflexão identitária – Ao fogo”, buscamos chamar a atenção para preservação deste patrimônio cultural dos são-borjenses, colocando imagens de estatuárias que no decorrer dos anos sofreram mutilações, no caso queimadas, a fim de propiciar uma reflexão de sua importância para a preservação deste patrimônio cultural local.

José Fernando Corrêa Rodrigues
Administrador, Mestre em Patrimônio Cultural
(55)99912-1311
 

EM DESTAQUE

Churrascaria do Chico

Fazendo vontades com sabor, qualidade e economia.

Saiba mais

Clube Gaúcho CG

Famoso clube de Santo Ângelo onde ocorrem diversos tipos de eventos. 

Saiba mais

Mato Queimado

Mais notícias

  • Aguarde, buscando...