Notícias

03/10/2019 08:49


Otávio Reichert - INTEGRANDO 03/10/2019

As Botas do Gaúcho: Este último livro publicado tem como essência de história a Fazenda São José, em São Miguel das Missões, onde o proprietário José Dirceu Dutra guarda grande acervo cultural e histórico. Da fauna, destaca-se um jumento: o Anastácio, também presente no livro.

Diga-se que do cruzamento do jumento com a égua são gerados o burro e a mula, animal híbrido e resistente, o qual foi produto de venda no RS, haja vista sua exportação em grande escala às minas de prata de Potosi (atual Bolívia) e para São Paulo, lá destinadas ao trabalho dos cafezais e extração de minérios nas Minas gerais.

Foi em São Miguel, a convite dos professores da Escola Municipal de Ensino Fundamental Professor João de Oliveira Costa, que “brinquei” com as turmas da Pré-escola e 1° Ano. O evento foi realizado na fazenda, pois o amigo José Dirceu gentilmente ofereceu o local. Conforme a foto, o Anastácio foi destaque, volta e volta soltando seus orneios emblemáticos. Diga-se que, um a um, os 62 alunos montaram no Anastácio, que por vezes se negaceava ao agito.

Lembremos que Maria, mãe de Jesus Cristo, foi levada por um jumento durante a fuga ao Egito.
 
Lapsos: Mesmo revisando, podemos incorrer em erros ortográficos, redundâncias, etc. Na coluna da semana passada, 28 Set. 2019, ao falar sobre o Setembro Amarelo, iniciei assim: “A origem teve origem em homenagem ao jovem americano...” Busquei saber, dentre as figuras de linguagem em qual delas inseri-la? Inútil.

Pleonasmo? É a redundância para reforçar a mensagem: “Ó mar salgado, quanto do teu sal são lágrimas de Portugal” (Fernando Pessoa)

Anáfora? Onde as palavras se repetem como a seguir:

Nem tudo que ronca é porco, Nem tudo que berra é bode,

Nem tudo que reluz é ouro, Nem tudo que falamos se pode.

Busquei amparo no mestre Artur, que designou ser um “pleonasmo enfático”, onde “A origem teve origem” fica com sentido reforçado. Para mim, foi um lapso, ou mesmo falta de recurso linguístico.
Vou estar ligando? De forma diferenciada, a falta de vocabulário leva muitas pessoas, incluindo vendedores de planos de telefonia e internet, a empregarem três verbos em pífia linguagem, tipo “Vou estar ligando para o senhor”, incorrendo num gerundismo, onde há dois verbos auxiliares e um um no gerúndio. Reforço exemplificando uma declaração apaixonada “vou estar amando sua beleza”.  

Verbos: São classificados em auxiliares, transitivos e intransitivos, sendo estes os que se completam a frase por si só, tipo “Choveu”. Como a maioria dos verbos são transitivos, mesmo a criança aprendiz deduz ser necessário complemento. Certa vez ouvi um menino dizer “sustei um suto”, e outra que soou mais cômica: Peidei um peido”. 

Escolas Cívicas: A exemplo de Bagé, primeira cidade gaúcha com este tipo de escola, um projeto federal deverá instalar 200 destas escolas até 2023, com adesão voluntária pelos municípios. Diga-se que as Escolas Cívicas assemelham-se às Escolas como o Colégio Tiradentes de Santo Ângelo.

Com o programa, a União colocará à disposição de governos estaduais e municipais estrutura e militares da reserva, que atuarão em funções administrativas nas escolas, às quais receberão até R$ 1 milhão para adequações de infraestrutura.
 
Humor: Por sacanagem, pegaram uma estopa umedecida com gasolina e esfregaram no fiofó de um jegue, que saiu em disparada por 50m, depois parou em seco, empacado.

- Por que o jegue parou? Ele morreu?

- Não! Apenas terminou a gasolina.

 

EM DESTAQUE

Tenda da Terra

Artesanato Indígena, Artigos Gaúchos, Quadors, Esculturas, Pintura em Tela, Camisetas, livros, Porcelanas, Cestarias e Lembranças da região.

Saiba mais

Clube Gaúcho CG

Famoso clube de Santo Ângelo onde ocorrem diversos tipos de eventos. 

Saiba mais

Mato Queimado

Mais notícias

  • Aguarde, buscando...