Notícias

13/09/2018 10:22


11 de Setembro de 1836 - Proclamação da República Rio-Grandense.

Dia 11 de Setembro é lembrado por tantos momentos pelo mundo que marcaram vários países, data comentada e discutida. Mas o verdadeiro valor histórico que marcou a ferro e deu partida a um momento impar para a humanidade foi “11 de Setembro de 1836 Proclamação da República Rio-Grandense” (*).
. Na década de 1830, os estancieiros do Rio Grande do Sul viviam uma desconfortável situação econômica. Seu principal produto, o charque, cuja maioria da produção era destinada ao abastecimento do mercado interno brasileiro, sofria forte concorrência externa do Uruguai e da Argentina, que não tinha o charque tributado na importação.
Apesar das inúmeras reivindicações, nenhuma atitude foi tomada pelo governo do Império. Assim, crescia no Sul do País um sentimento de descontentamento com o poder centralizador do Império. A insatisfação culminou que em 20 de setembro de 1835, os farroupilhas rebelaram-se e, armados, tomaram Porto Alegre.
Foi no dia 11 de SETEMBRO de 1836 Antônio Fonseca de Souza Neto aclamado General, toma a palavra e proclama a república:
 “Bravos companheiros da 1ª Brigada de Cavalaria!
“Camaradas! Gritemos pela primeira vez: viva a República Rio-grandense! Viva a independência! Viva o exército republicano rio-grandense!”
Entre 1836 e 1845, os liberais rio-grandenses organizaram pela primeira vez no Brasil uma república independente que funcionou com presidente, ministérios, repartições públicas, exercito e corpo policial.
A República Rio-Grandense era separatista, porque possuía bandeira, hino e escudo de armas como símbolos da pátria, que não eram os do Império do Brasil.
Informações (Joana Prenda Minha) ,

EM DESTAQUE

Restaurante Origens

Restaurante e Lancheria A Cidade dos Anjos

Rua Marques do Herval, 1192 - Centro.  Telefone: (55) 3313-1388 Telefone2: (55) 99706-2788

Saiba mais

Pousada das Missões

Mais notícias

  • Aguarde, buscando...