VIDEOS

Oração de Posteiro

De tarde... Boleio a perna e maneio o redomão, -no portão do cemintério. (Tauras... santas... e gaudérios... tudo em baixo deste chão!) - Ë aqui... A cruz... Pé de flor... Me ajoelho... E, a voz num temblor,  rezo uma pobre oração: Mãe-velha! Aqui está o teu piá, meio estropiado do mundo!
Com o meu recuerdo mais fundo te juro por esta luz: - Mãe-velha! pela saudade da tua antiga bondade, eu vim te ver na tua cruz.
Tua benção venho buscar para os vereios da vida. Trago espichada e estendida minha esperança de pobre. Com medo que ela arrebente, venho te ver novamente sobre este chão que te encobre.
Mãe-velha! Não fui maleva! Eu nunca te contrariei. E, se um dia, te magoei, logo pedi o teu perdão! Como quando tu vivias, no meu jardim de alegrias derrama o teu coração.
Escuta! Santa Mãe-velha: -Pede a Deus junto a ti, que a estes teus netos-guris faça uns gaúchos de alma reta na conduta sem desmancho. E à neta... orgulho do rancho! porque inté é linda a tua neta.)
Me ajuda a ver se deu jeito que eles aprendam a ler, para o mundo compreender, sem gritos, ralhos, nem relhos. Por mim ensino o que posso: -Já les dei o Padre-Nosso e um pouco de teus conselhos.
Que eles, sendo moços feitos, se por outros pagos cruzem, buenos e leais, não abusem da força que os tauras têm. Faz, que o destino confirme,tua neta - a gauchita firme!  que nunca engane a ninguém.
E se um dia estale a guerra, que encarem o sol de frente! com essa bondade valente que vem, mãe-velha, de ti. E honrem a marca da herança dos que empurraram com a lança esta fronteira até aqui!
Que a mãe deles seja sempre a boa e fiel companheira a quem pobreza e canseira é um galardão de Jesus. Quando a encontrei (comparando... ) fui como um cego sarando!-bobo do encontro com a luz.
Que eu tenha força nos braços, coragem no coração, para agüentar o tirão, e a minha gente conduzir. E me dê sorte e bom vento para eu ganhar seu sustento e os trapos pra eles vestir.
Que a saúde não me deixe! para eu criar a ninhada sem andar esparramada como filhos de avestruz. E com patrões mais humanos possa eu viver muitos anos para enfeitar tua cruz! 
Bueno... Mãe-velha... Vou indo... E ao tranco... Tenho a alma inteira presa na estrela boieira, que me olha, no céu parada, também tão longe e solita... 
- Como se o olhar de velhita me acompanhasse na estrada!  Autor Aureliano de Figueiredo Pinto.
Nossa Senhora do Chimarrão.

Outros videos

Chama Crioula em São Pedro do Butiá

Chama Crioula em São Pedro do Butiá

2018. A patronagem do "CTG Estância de São Pedro" juntamente com a Administração Municipal e a 3ª Região Tradicionalista em perfeita confraternização com a comunidade Butiaense e 3ª Região Tradicionalista para a distribu...

Ver detalhes »

Chama Crioula em Rolador Chegada Aéria.

Chama Crioula em Rolador Chegada Aéria.

Uma grande festa comunitária com origens e valorizando a cultura do homem do campo, suas tradições e religiosidade ocorreu na Cidade de Rolador na Praça Pompílio de Oliveira Peixoto, dando abertura as festividades comemo...

Ver detalhes »

Maria do Carmo, Santa Missioneira Profana.

Maria do Carmo, Santa Missioneira Profana.

Site Maria do Carmo, Santa Missioneira e Profana  Vídeo: Maria do Carmo, Santa Missioneira Profana  Imagens Maria do Carmo, Santa Missioneira e Profana, da Terra dos Presidentes  Notícia: Maria do Carmo Fagundes Santa...

Ver detalhes »