Notícias

30/08/2018 12:33


Maria do Carmo Fagundes Santa Profana

Maria do Carmo Fagundes, natural de Bagé, morena, bonita, sedutora, com seus cabelos longos e seu amor eterno pela vida noturna e aos prazeres que a noite trazia, iniciou sua jornada por São Borja após o fim do conflito da Guerra do Paraguai.
Filantrópica, uma mulher que todos admiravam por sua beleza e pelo ser em si, de felicidade no rosto e de bem com a vida, apaixonada por prazer e pelas coisas boas que a vida trás. A mulher solteira que não se prendia a apenas um homem, que gostava de festas e de fazer acontecer, encantava e também fazia muita inveja. 
Uma pessoa boa, admirada pelo fato de fazer boas ações as pessoas, por seu eu interior ser de bondade natural e de não escolher a quem fazer o bem. Se igualava a todos e a todas, mas sabendo de seu valor.
Com seu ar místico, onde ia era registrada e catalogada como a mais bela criatura que por ali passara. A musa das Missões e dos militares da época, com todo seu charme e sua atratividade era a mais bela e a mais disputada entre todos. Seu amor próprio não a deixava amar a mais ninguém, mas sim apenas a desejar e acreditem, ela sim era amada e muito desejada, mas isso nunca foi um problema para ela, porém o amor pode ser cego, certeiro e traiçoeiro. 
Infelizmente sua vida de tantos amores e alegrias acabou em tragédia, um de seus muitos amores, acabou com sua vida, tome por ele suas dores, foi rejeitado, apaixonado por Maria, revoltado com o sentimento que apenas ele sentia, foi que então acontece o crime que a tornou em lenda, Maria do Carmo dava tanto amor e acabou sendo morta de forma brutal, esfaqueada, esquartejada e decapitada, parte de seus restos mortais dado aos cães, outra parte encontrada no banhado.
Até hoje sua morte é vista como algo desumano, pois era uma pessoa muito querida por todos, apesar de todos os pesares. Acabou se tornando uma lenda, uma dita Santa Profana das Missões, seu túmulo é rodeado de ‘’presentes, oferendas’’, muitas pessoas vão até lá para fazer pedidos e também agradecimentos as boas feitas por Maria. Há ainda o conto de que seu túmulo é assombrado, com risadas durante a noite, barulho de garrafas e também aparições que quando mais próximas se desfazem em sangue. 
O mistério perdura durante os anos, muitos falam a respeito, mas os que estiveram realmente com ela, já não estão mais aqui para dar uma palavra. Em São Borja pode ser encontrado seu túmulo no local onde seus restos mortais foram encontrados. Algumas vezes pensamos que tudo pode ser nosso, custe o que custar, mas nem tudo acaba por ser nosso, quando tentamos forçar as coisas não costuma dar certo.

Versão: Amanda Bueno

EM DESTAQUE

Tenda da Terra

Artesanato Indígena, Artigos Gaúchos, Quadors, Esculturas, Pintura em Tela, Camisetas, livros, Porcelanas, Cestarias e Lembranças da região.

Saiba mais

Pousada das Missões

Mato Queimado

Mais notícias

  • Aguarde, buscando...