Notícias

30/09/2018 14:26


Músico Tradicionalista Gaúcho Adelar Bertussi morre aos 84 anos

     Adelar Bertussi (Caxias do Sul, distrito de Criúva, 15 de fevereiro de 1933 – e faleceu em Curitiba, 30 de setembro de 2017) foi um músico, acordeonista, cantor e compositor, destaque no cenário nacional. Foi um dos pioneiros na música tradicionalista gaúcha, junto com seu irmão Honeyde Bertussi.
     De família de músicos, em 1940, seu pai Fioravante Bertussi formou um grupo com seus quatro filhos para tocar em bailes e festas: Honeyde, tocava violão e acordeon, Walmor, clarinete e bateria, Wilson, clarinete e saxofone e Adelar, ainda menino, tocava cavaquinho, gaita de botão e pandeiro, aperfeiçoando-se mais tarde em acordeon.
     Na década de 1950, Honeyde e Adelar se destacaram tocando e cantando e formaram a maior dupla gaúcha de todos os tempos, os Irmãos Bertussi.
     Sua carreira de músico contou com mais de 70 anos de vida profissional. Entre LPs e CDs, possuiu mais de 50 discos gravados. Realizou mais de 6 mil apresentações entre bailes, shows e participações especiais no Brasil e exterior. Possuiu mais de 400 músicas gravadas incluindo folclóricas e regionais do sul, além de músicas populares brasileiras, internacionais e clássicos. Também escreveu métodos de acordeon que em parceria com o Maestro Waldir Teixeira, lançou o primeiro método “Som Bertussi” e na sequência o segundo volume intitulado “Som Bertussi – Som Maior”.
     Entre títulos, homenagens, prêmios, troféus e diversas formas de reconhecimento que recebeu, destacam-se o Título de Cidadão Honorário do estado do Paraná e dos municípios de Pinhão (PR) e São Marcos (RS) e Emérito de Caxias do Sul (RS). Participação especial no 4º Encontro dos Tradicionalistas Gaúchos nos Estados Unidos e na Festa das Nações em Nova York, a inauguração do Monumento aos Irmãos Bertussi em frente a Fazenda Bertussi, o lançamento do livro de Renato Mendonça: Os Quatro Pilares da Tradição Gaúcha e do livro Coração Gaúcho – Irmãos Bertussi, de Tânia e Charles Tonet. Também recebeu o Troféu Prêmio Açoriano, Melhores Gaiteiros do Mundo, e Prêmio da Música da Serra Gaúcha pela sua obra musical. Também teve sua vida artística retratada em DVD no Documentário Musical chamado “Adelar Bertussi – O Tropeiro da Música Gaúcha”.
     Faleceu aos 84 anos na manhã do sábado 30 de setembro de 2017 em Curitiba, Paraná, quando estava internado no Hospital de Campo Largo, em decorrência de problema cardíacos. 
Vídeo: Adelar Bertussi Pioneiro Musica Gaúcha 
Notícia: Músico Tradicionalista Gaúcho Adelar Bertussi morre aos 84 anos 
Depoimento de César Oliveira sobre Adelar Bertussi

EM DESTAQUE

Mato Queimado

Clube Gaúcho CG

Famoso clube de Santo Ângelo onde ocorrem diversos tipos de eventos. 

Saiba mais

São Pedro Butiá

Mais notícias

  • Aguarde, buscando...