Notícias

20/04/2020 18:00


O Mago que criou a Musica Missioneira

NOEL GUARANY: 75 Anos/Nascimento Noel Guarany. De João Sampaio. ( * 1941 - + 1998)
Nas Missões a música sempre foi muito importante.
Desde a época esplendorosa do jesuíta que os missioneiros cantam para tudo: para trabalhar , para festejar , para louvar o Tupã guarani , para guerrear e também para enterrar os seus mortos.
O lendário e mítico padre ANTONIO SEPP , formou milhares de músicos , virtuoses que tocavam , com a notação mais avançada do seu tempo.
Depois da expulsão dos jesuítas , do genocídio covarde da falsa e desigual Guerra Guaranítica e do traslado dos índios para o outro lado do rio , aconteceu ( com a chegada dos imigrantes gringos e outros fatores socioeconomicos) , uma certa desaceleração nessa musicalidade.
Mais contemporaneamente sobraram músicos espontâneos como o CABO LARANJEIRA ( menestrel que acompanhou a saga da COLUNA PRESTES ) , o REDUZINO MALAQUIAS , o CHICO GUEDES e muitos outros criollos que mantiveram galhardamente intocado esse tesouro musical , lutando para não se contaminarem com o canto de outras querências.
Nesse tempo abundavam nas Missões , imitadores caricaturais dos BERTUSSI ( que ,com todo o respeito que merecem , nada tinham e nada tem a ver conosco os missioneiros) , bem como duplas sertanejas com temáticas postiças e artificiais , de gosto discutível e que também não contextualizavam o canto da nossa terra e da nossa gente.
E foi aí que surgiu , a genialidade pioneira , única e alumbrada de NOEL GUARANY:.
Depois de percorrer , com sua guitarra crioula , vários paises da América mestiça e índia (la nuestra América!) NOEL GUARANY , miscigenou antigas sonoridades e timbres remanescentes do cancioneiro guaranítico , com a aculturação de ritmos platinos ( sobretudo argentinos , uruguaios e paraguaios) e fermentou esse bolo musical que hoje é conhecido como MÚSICA MISSIONEIRA GAÚCHA.
Já foi dito queNOEL GUARANY , forjou uma maneira missioneira de cantar o gauchismo.
Eu vou mais além e como diria BRECHT , acho que NOEL GUARANY foi , realmente , um homem imprescindível para o tempo que lhe tocou viver.
Foi , reitero , um pioneiro e um precursor único , quer queiram ou não queiram os pregoeiros mal informados do contrário.
Foi o primeiro , entre nós , a gravar uma CHAMARRITA ( que aqui era mais dança coregráfica) , foi o primeiro a gravar uma CIFRA (ritmo parente da milonga , muito utilizado pelos antigos payadores) , foi igualmente o primeiro a falar em PULPERIA , BAILANTA e também o primeiro a gravar um RASGUIDO DOBLE , que ele chamava de PASSO DOBRADO.
E , além de tudo isso , fez escola.
Atrás do rastro encantado deixado por ele , vieram CENAIR MAQICÁ e PEDRO ORTAÇA , que cantavam outro tipo de música. 
O primeiro algo parecido com o JOSÉ MENDES ( que inclusive gravou uma obra sua) e o PEDRO ORTAÇA que cantava música sertaneja , juntamente com o JOÃO MÁXIMO , com quem formou a dupla CANÁRIO & CANARINHO. E Foi assim que , depois de transitarem por vários gêneros e estilos musicais , que CENAIR MAICÁ e PEDRO ORTAÇA ,finalmemte se encontraram na picada aberta pelo NOEL.
NOEL GUARANY foi e é tão importante , que , além de dotar a música gaúcha de uma face índia que ela não tinha , abriu ainda para o grade JAYME CAETANO BRAUN , uma janela de latino-americanidade , livrando com isso o mesmo , daquela ortodoxia "cetegeana" , anacrônica e extremamente conservadora que ele tinha no começo.
Por todas essas razões , acima , respeitosamente elencadas é que eu acho umn pouco exagerada , pomposa e injusta , adenominação de TRONCOS MISSIONEIROS , rótulo meramente comercial e mercadológico , criado pelo gênio marqueteiro do (como ele mesmo me confessou em palestra fraterna!) do amigo ALLEX HOHENBERGGER , como um certeiro apelo propagandístico para alavancar as vendas de um LP ( no tempo do saudoso vinil) com essa titulação , produto da USA/DISCOS , na época ainda DISCOTECA.
NOEL GUARANY surgiu , com qualidade vocal , temática e melódica , muito antes da CALIFÓRNIA DA CANÇÃO NATIVA e congêres.
Tinha carisma e estilo próprio ( além de uma empatia hipnótica sobre o público como bem disse Tau Golin) e cantava com grande dignidade.
Além do herdeiro espiritual , por ele escolhido , que é JORGE GUEDES , deixou inúmeros seguidores como Luiz Marenco e João Darlan Bettanin (XIRUZINHO ) para só citar dois.
NOEL GUARANY, sempre foi fiel e carregou consigo até o fim , a máxima "martínfierresca" de cantar opinando é é (na minha opinião) o marco divisório na música nativa do RS.
Assim sendo , abstraído esse viés promocional da denominação TRONCOS MISSIONEIROS , sem desrespeitar a memória dos demais nomeados que já partiram e de quem leva ainda muito qa sério o rótulo do marketing , todos surgidos muito depois de NOEL GUARANY ter feito o primeiro registro fonográfico do que se convencionou chamar de MÚSICA MISSIONEIRA GAÚCHA  com o timbre , o sotaque , a aura e as temáticas que ele consagrou e conserva até hoje!  
Fonte: Pajador Jose Dirceu Dutra 
Site: Monumento Noel Guarany  
Site: Memorial Noel Guarany
Site: Roteiro entre Monumentos
Site: Cemitério do Itaroquem 
Site: Jayme Caetano Braun 
Site: Cenair Maicá  
Site: Pedro Ortaça
Site: Casa Noel Guarany 

 

EM DESTAQUE

Erva Mate Verde Real

Empresa familiar, com seu fundador Delfino Shultz, iniciou no ramo de erva mate no ano de 1989

Saiba mais

Cerveja de Mel Honey Beer

Honey Beer é cerveja Lager suave, cerveja artesanal que leva em sua essência o mel de abelha.

Saiba mais

Mais notícias

  • Aguarde, buscando...