Detalhes do Site

Arroz de China Pobre



    Existe uma injustiça do povo gaúcho que o atavismo impede a evolução cultural de corrigir, que é o de chamar prostitutas de “chinas”. Digo injustiça porque antes mesmo deste apelido ser utilizado para as profissionais do sexo, ele já era usado para denotar toda e qualquer vivente do sexo feminino. Então alguma confusão se faz, principalmente quando lemos ou escutamos algo fora do contexto, ao chamar uma moça de china.
    O payador, poeta, compositor e taura nas horas vagas, Jayme Caetano Braun, já dizia no poema China.
    "Bendita china gaúcha
    Que és a rainha do pampa,
    E tens na divina estampa
    Um quê de nobre e altivo.
    És perfume, és lenitivo
    Que nos encanta e suaviza
    E num minuto escraviza
    O índio mais primitivo!"

    Mas por que China Pobre?
    A história não conta, apesar de ser um preparo bem comum e tradicional da região. Acredita-se que na época de revolução farroupilha (meados do século XIX), tempos de escassez e guerras, as prostitutas mais pobres tinham pouco pra oferecer para seus clientes e faziam o tal guisado de embutido suíno. Sem mais delongas, vamos à receita, que é simples e saborosa:
    Ingredientes
    Recomendo usar linguiça defumada no preparo
    1 cebola
    2 dentes de alho
    1 colher de banha de porco / ou qualquer outra gordura para refogar
    1 “roda” de linguiça (geralmente se faz com defumada)
    2 xícaras de arroz parboilizado
    pimenta a gosto (o tipo também)
    pouco sal
    água quente
    Como fazer: Refogue a linguiça na gordura (se não for defumada, dê uma leve fritada). Depois coloque a cebola e o alho. Coloque em seguida o arroz pra dar uma pequena fritada nessa mistura e ponha um pouco de água. Mexa sempre pra não grudar. Nesse momento você coloca um pouquinho de sal e o quanto chegue de pimenta, lembrando sempre de experimentar a linguiça antes, pois ela já tem uma boa quantidade, cuidando pra não ficar muito salgado. Cubra com água quente e deixe cozinhar o arroz, com a panela tampada, e vá experimentando o ponto do arroz, se precisa ou não de mais água, processo normal de cozimento. Esse é o jeito tradicional de se fazer Arroz de China Pobre

  • Sobre

  • Site: Cuca Gaúcha;
    Site: Ambrosia;
    Site: Cueca Virada;
    Site: Bolo de Butiá;
    Site: Bolachas de Natal;
    Site: Churrasco de Carne de Ovelha;
    Site: Roda de Carreta - Massa Frita;
    Site: Maça em Calda;

    Site: Café de Cambona ou Café de Tropeiro
    Site: Carreteiro de Churrasco;
    Site: Arroz com Leite;
    Site: Arroz de China Pobre;
    Site: Carreteiro de Charque;
    Site: Bife Acebolado.

    O povo que conta suas lendas trabalha sua história, autoestima e educação. Trata-se de uma profunda e urgente necessidade de cada município em descrever suas lendas-urbanas. As lendas são assim um depoimento que o povo faz sobre si e para si mesmo. Envie-nos suas histórias atendimento@portaldasmissoes.com.br

Informações

Arroz de China Pobre
Outros, RS
Região das Missões.
Telefone: (55) 3312-9485

Formulário para contato